Skip to content

Alento #8

06/03/2009

Photobucket

DIÁSTOLE

(…)Em Inglaterra, onde o instrumento se popularizou rapidamente entre a classe operária, existiam na segunda metade do século dezenas de orquestras de concertinas – hexagonais e não-diatónicas, como a de Wheatstone – na maior parte dos casos formadas por mineiros. Em simultâneo, a elite intelectual via no instrumento um novo recurso experimental, enquanto os burgueses do comércio e da indústria admiravam nele uma marca de exotismo e requinte – pelo que se sucederam os modelos de luxo, prolixamente ornamentados, muitas vezes com motivos ou acabamentos orientais, e claramente destinados a animar os salões urbanos. (…)

in Alento – Danças Ocultas

textos de Jorge P. Pires

fotos de Duarte Belo © Assírio & Alvim 2003

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: